segunda-feira, 31 de julho de 2017

Zoo & Palmen Garten

Fomos ao zoológico de Frankfurt, que eu guardava com muito carinho na memória. Quando crianças, Philip e eu fomos conduzidos pelo zoológico pelo padrinho do meu irmão - que é cego. Tudo foi legal: andar de trem com Willausch, ver ele abrindo a carteira e pedindo pra moça do caixa tirar o necessário pra pagar a entrada, andar pelo maior zoológico que eu já tinha visitado.
Mas com Agnes a experiência não foi tão encantadora: a maioria dos animais estava dormindo (ou de saco cheio) no domingo de manhã, dia de mais intensa visitação. Muita criança e pouca instalação para crianças, como pudemos concluir depois de termos visitado o Jardim Botânico.

O Palmen Garten não tem, em si, atrativos para crianças. Imagino que poucas crianças sejam tão fascinadas por árvores e flores como Agnes. Por isso o Jardim Botânico investiu pesado em playgrounds (tradicionais e com água, muito simpáticos e cheios de crianças incapazes de soltar a água), trenzinho e laguinho com pedalinho.

Temos a sensação de que Agnes curtiu mais o Palmen Garten que o zoológico.

Nenhum comentário: